Páginas

terça-feira, 6 de junho de 2017


Transformando o seu dia para transformar a sua vida.





Sempre foram os pequenos atos que fizeram os grandes feitos.
Sou também apologista que é nas pequenas atitudes que conseguimos conhecer uma pessoa no seu todo. E não ao contrário,  (como em tempos também já o fiz...), de olhar para o quadro em geral, de como ela se 'vende', e daí tirar logo as minhas conclusões. 
Tudo para dizer que as pequenas coisas nunca nos enganam. O foco é maior, a perspetiva não é tao abrangente e não há tantas distrações.
Isto tudo para justificar o titulo desta mensagem. Se quer mesmo transformar a sua vida, tem de iniciar nas pequenas coisas do teu dia.
Trace um objetivo, uma meta, para a sua vida, ou simplesmente para um sector da sua vida! E depois comece, no dia-a-dia, a transformar umas pequenas 'peças'. Se quer ver um resultado diferente, faça as coisas de maneira diferente, nem que no inicio não faça muito sentido. Mas experimente-se!! Ouse e ultrapasse-se!!
Depois de traçar essa meta, não se preocupe mais com ela, ou seja, não faça dela uma obsessão. Também confio muito naquela frase: ‘não planeies muito a tua vida, pois ela pode ter outros planos para ti’.
Portanto, trace os seus objetivos, transforme-se diariamente, mas depois não crie expetativas nos resultados. Sejam eles quais forem são os que devem ser, os que têm que ser ultrapassados, e muitas vezes podem estar muito distantes dos seus planos iniciais. O importante é que sinta que há uma evolução, um crescimento, mas o sentido que a vida está a tomar, só o Plano Superior sabe. Mas isso já são outras conversas…
Sente que está a lutar muito por uma coisa na sua vida, seja material, relacionamentos, uma viagem, uma promoção, uma família, filhos… o que for, e por muito que faça nunca consegue? Ás vezes é isso mesmo, não é o caminho. Ou pelo menos por enquanto. Então é aqui que eu digo para flexibilizar, para deixar fluir. Algo vai acontecer, mas não é o que estava a planear! Não desista de querer uma mudança na vida, mas esteja atenta/o para ver o que ela tem para dar, sem resistir.
No próximo post vou falar das pequenas coisas que pode fazer durante o seu dia que podem efetivamente mudar uma vida.  
Desde já reflita sobre o que escrevi e veja se lhe faz sentido.

Filipa Magalhães